Consulta

Tabela do PIS 2016 → Saiba Tudo Sobre os Seus Benefícios e Abonos Trabalhistas!

Anualmente é aguardado por muitos cidadãos a divulgação do cronograma, a tabela do PIS 2016, que inclusive já foi divulgada, muitas pessoas aguardam esse momento para programar alguma compra, são muitos os motivos a que se destina esse dinheiro extra.

Para realizar o saque é necessário acompanhar a tabela do PIS 2016, para que na data correta possa receber o seu benefício.

Já saiu a tabela do PIS 2016 para receber o valor de um salário mínimo.

Quem Tem Direito de Receber?

  • Cidadão registrado e cadastrado no programa de incentivo social há mais de 5 anos
  • Não poderá ter recebido equivalente a dois salários mínimos, no ano de vigência.
  • Trabalhado registrado em carteira pelo menos 30 dias no ano consecutivo ou não.
  • O empresador deverá informar seus dados cadastrais, no sistema de Relações anuais de informações sociais (RAIS)

Quanto eu Recebo?

Esse ano passou a ter novas regras, anteriormente mesmo que um indivíduo tenha trabalhado 30 dias no ano, o mesmo teria o valor total a receber de acordo com o calendário do PIS disponível.

Esse ano demorou um pouco a divulgação do calendário, que chegou com surpresa para muitas famílias, será regido pela LEI 13.134/15, em que o cidadão receberá o benefício proporcional ao tempo trabalho.

Se o indivíduo trabalhar 30 dias apenas ele não receberá integra, apenas estará disponível para saque um proporcional calculado da seguinte forma.

Salário Mínimo/12 Meses do Ano

A regra ainda continua a mesma, para quem irá receber o benefício, então quanto mais tempo o cidadão trabalhar com carteira assinada será melhor para receber o benefício.

Confira a tabela de valores pagos, proporcionais ao período de trabalho do ano vigente.

Meses trabalhados (dias)

Valor Abono

1 (30 a 44)

R$ 74,00

2 (45 a 74)

R$ 147,00

3 (75 a 104)

R$ 220,00

4 (105 a 134)

R$ 294,00

5 (135 a 164)

R$ 367,00

6 (165 a 194)

R$ 440,00

7 (195 a 224)

R$ 514,00

8 (225 a 254)

R$ 587,00

9 (255 a 284)

R$ 660,00

10 (285 a 314)

R$ 734,00

11 (315 a 344)

R$ 807,00

12 (345 a 365)

R$ 880,00

Pergunta Que Não Quer Calar, Como o Pagamento Poderá Ser Feito?

A Caixa como administradora poderá fazer o pagamento do benefício em conta corrente ou poupança, em forma de crédito, esse seria uma antecipação para clientes do banco.

O trabalhador também pode sacar o benefício nos caixas eletrônicos ou lotéricas, com o cartão cidadão, se você não tem esse cartão 0800-726-0207, o envio é em até 45 dias.

Na ausência do cartão cidadão ou conta corrente ou poupança na caixa, você pode comparecer no atendimento da Caixa Econômica Federal e solicitar o pagamento, lembrando que é necessário apresentar o número do PIS e seu RG ou outra identificação.

Sacar o PIS 2016/Abono Salarial

Para sacar o benefício é necessário aguardar a data do calendário, onde há varias datas de pagamentos, cada uma de acordo com o mês de aniversário.

Antes de sacar os benefícios, veja se tem direito e se tem os documentos necessário, você pode fazer a consulta no site do próprio banco.

Acesse: https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01

Você Pode Sacar o Dinheiro de Três Formas

  • Com o cartão cidadão, nos caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal ou lotérica;
  • Diretamente na agência, de preferência a mais próxima da sua casa;
  • Correntistas ou quem possuem conta na caixa, recebe direto, desde que haja movimento e saldo acima de R$ 1,00.

Tabela Completa do 2016 e Calendário 2016

Nascido em

Recebem a partir de

Crédito em conta

Julho

28/07/2016

26/07/2016

Agosto

18/08/2016

16/08/2016

Setembro

15/09/2016

13/09/2016

Outubro

14/10/2016

11/10/2016

Novembro

21/11/2016

17/11/2016

Dezembro

15/12/2016

13/12/2016

Janeiro

19/01/2017

17/01/2017

Fevereiro

Março

16/02/2017

14/02/2017

Abril

Maio

16/03/2017

14/03/2017

Junho

Tabela 2016/2017 e Calendário 2016/2017

Devido ao novo calendário, algumas pessoas serão beneficiadas apenas no ano que vem, confira:

Nascido em

Recebem a partir de

Crédito em conta

Janeiro

19/01/2017

17/01/2017

Fevereiro

Março

16/02/2017

14/02/2017

Abril

Maio

16/03/2017

14/03/2017

Junho

Tabela Para Quem Tem Conta na Caixa

Aproximadamente 2/3 anos que a caixa deixou de antecipar o pagamento, o que realiza atualmente é o pagamento direto na conta do cidadão.

Há alguns convênios com empresas de grande porte, que antecipam o pagamento mas isso é um acordo entre as partes, sendo então de forma unilateral o calendário do PIS 2016.

Online

Muitas pessoas têm dúvidas sobre informações na consulta do benefício, então para desvendar esse mistério vamos explicar como consultar entre outros detalhes.

Se você não tem a senha, acesse https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01

Em baixo tem uns botões, mas antes preencha com o número do seu PIS e depois clique em cadastras senha.

Será solicitado algumas informações, após isso digite a senha que deve ser diferente do cartão cidadão.

Após isso acesse a aba PIS e consulte o pagamento disponível

Se tiver a opção “a pagar” significa que o valor ainda não está disponível, deverá aguardar a data do pagamento.

Isso confunde muitas pessoas, achando que valor já pode ser sacado, essa informação quer dizer que o valor será creditado, na sua conta cidadão na data estipulada do calendário.

Consulta do Pelo 0800

Nem todos têm acesso ou facilidade em manusear um computador, então você pode consultar o saldo e a data de pagamento pelo 0800 726 0207.

A ligação é gratuita, então fique despreocupado quanto a custos de ligação, os atendentes terão acesso a tabela do PIS 2016 e informarão as datas correspondentes.

O atendimento do 0800 726 0207 é das 8h às 22h de segunda a sexta e atendente também aos sábados, das 10h às 16h.

Nos dois canais de consulta é possível obter outras informações, como FGTS, seguro desemprego, benefícios sociais governamentais e atualização de dados.

Há algumas dúvidas a esclarecer ainda sobre a tabela do PIS 2016, veja:

E Se eu Não Sacar?

O benefício estará disponível até que calendário seja cumprido, o saldo será aplicado no FAT, que fundo de amparo ao trabalhador.

Para não perder o benefício e esperar mais um não, fique atento ao calendário do PIS 2016.

Se eu não sacar agora meu PIS 2016, posso sacar ele em qualquer período do ano?

Não, o saldo estará disponível apenas até 30 junho do ano seguinte, pois logo iniciará o novo calendário, então fique atento ao mês do seu benefício.

Quem Define o Calendário

Muitas pessoas já se perguntaram que define o cronograma de pagamento do PIS, será o Ministério do Trabalho, a Presidência?

O cronograma é definido por um conselho do FAT, que em acordo com os órgãos públicos definem as melhores datas, até porque o dinheiro investido é usado para finalidades governamentais.

O CODEFAT (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador) que faz a homologação do calendário e divulga para iniciar os pagamentos.

Quais Documentos Servem Para Identificação?

Em alguns casos é necessário comparecer na agência da Caixa para receber o PIS ou qualquer outro motivo trabalhista.

Na ausência do RG você pode apresentar outros documentos que substituem, podendo assim ser atendido e sacar o seu PIS 2016, veja:

  • CNH em validade, não pode está vencida;
  • Carteira Funcional reconhecida por Decreto;
  • Identidade Militar, esse é um documento de identificação, diferente de reservista;
  • RNE;
  • Passaporte brasileiro o exterior;
  • Carteira de trabalho, modelo informatizado (em outro momento era preenchido o documento a mão, agora é digitado).

História

A forma que recebemos hoje benefício, esse incentivo a funcionários que atuam no setor privado teve muitas mudanças ao longo da sua existência.

O PIS passou a existir na década de 70, pelo decreto 07/70, a administração dos recursos arrecadados pelas empresas e depositadas na conta do trabalho, associada ao número do PIS era feita pelo Ministério da Fazenda, anteriormente era pago em duas parcelas aos contribuintes.

Ao longo do tempo o PIS teve diversos órgãos responsáveis pela sua arrecadação, como Ministério da Fazenda, Caixa e Secretaria da Receita Federal, atualmente é feita pela Caixa Econômica Federal.

Numa dessas transições por meio de leis e sansões houve diversas leis que geraram desgastes e transtorno principalmente para grandes empresas, em 18 anos após a criação iniciaram as mudanças.

Em 1988 o PIS repique, foi excluído, sendo motivo de grande furor entre os empresários e contribuintes, chegando a abertura de processos na justiça e até o Supremo Tribunal Federal.

Quando refizeram a medida provisória lançada, a fim de evitar conflitos, em 25 de novembro de 1998, quando empresas recolhiam o PIS sem que houvesse fatura ou serviço prestado.

Por meio de outra ação as empresas faziam a contribuição do PIS repique, até que houvesse as modificações que chegou a hoje.

Em todo o ano de existência do PIS, o pagamento do benefício sempre foi no ano seguinte, em 2015 devido a medidas governamentais, o calendário foi alterado pela primeira vez, jogando datas para o ano seguinte, ou seja, um cidadão poderá receber seu benefício de 2015 em 2017.

Conheça as Formas do PIS

  • PIS pago sobre o faturamento da empresa;
  • PIS pago sobre a prestação de serviço, o mais utilizado;
  • PIS repique, calculado sob o imposto de renda, também era devido pelos prestadores de serviço;
  • PIS pago sobre folha de pagamento, usado por entidades filantrópicas que contratavam na época.

Como o Número do PIS é Criado?

O número do PIS é criado no primeiro emprego, quando o empregador faz o cadastro do funcionário no sistema pelo RH ou através de contadores.

As empresas têm como pratica usarem o departamento de recursos humanos para que o primeiro registro seja feito, o cadastro é muito importante tanto para quem vai fazer e quem já tem, pois é ele que identifica o trabalhador na Previdência Social e outros órgãos governamentais.

A ausência do PIS não permite que uma pessoa receba outros benefícios trabalhistas, como FGTS ou seguro desemprego.

O cadastro é simples, é necessário que o empregador acesse o cadastro NIS com usuário e senha, para obter esse acesso é necessário encaminhar um formulário, com dados da empresa e assinatura dos responsáveis.

Ao acessar o sistema deverá preencher com os dados do novo colaborador.

Se sua empresa ainda não tem acesso a criação do PIS, veja o que fazer:

Para cadastrar uma pessoa que tenha acesso ao portal de Cadastro NIS é necessário que um representante legal ou sócio da empresa, vá a um posto da

Caixa Econômica Federal, com os seguintes documentos:

  • Formulário preenchido com os dados da empresa, esse formulário se chama FICUS/E;
  • Documentos RG e CPF autenticados do usuário do sistema;
  • Impressão do cartão do CNPJ;
  • Contrato Social, requerimento de empresário, levar cópia autenticada;
  • RG e CPF do sócio da empresa ou representante por meio de procuração, todos com cópia autenticada.

Após isso será fornecido o acesso ao portal e poderá criar número de PIS para os futuros colaboradores.

Diferenças

No decorrer do texto você deve ter lido sobre NIS e PIS, mas ficou com dúvida sobre o que era, vamos esclarecer par que você fique expert quando falarem de PIS com você.

O NIS é um número de inscrição para saber quem é o cidadão, ou seja, qualquer pessoa pode ter o NIS, por exemplo, poderá ser usado para receber benefícios sociais.

Apesar da mesma estrutura numérica, o PIS é usado para inscrição para fins empregatícios.

Então você deve ter visto algumas pessoas usando o número do PIS para receber benefícios sociais, isso porque o número do PIS é registrado no Programa de Integração Social, tornando o seu atual PIS.

O que ocorre é que em muitos casos uma empresa ou por conta de outra situação é registrado um novo NIS no PIS fazendo com que o cidadão tenha dois números, um deles desativado e outro ativo, mas qual saber o correto? Somente a Caixa Econômica Federal poderá fornecer o seu novo número do PIS ativo.

A divergência de PIS pode impedir a entrada no seguro desemprego e contribuições empregatícias, então é necessário corrigi-las.

Agora que você já sabe tudo sobre o PIS compartilhe esse artigo nas redes sociais com seus amigos e saibam tudo sobre o PIS 2016.

Se você quiser compartilhar mais informações a respeito do PIS conosco, registre seu comentário em nossa página e se também ficou alguma dúvida sobre o assunto, não deixe de comentar.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3.784 votes, average: 3,97 out of 5)

Sobre a Autora

Camila Bertolli

Olá, eu sou a Camila Bertolli, dona do blog e escritora a algum tempo!
Sempre que possível tento trazer os melhores conteúdos, então, acompanhem para se manterem atualizados. Não esqueçam de deixar seus comentários rs 🙂❤

Deixe um Comentário