Aplicativos

Gerador de CPF → Aprenda a Gerar e Validar Números de CPF

Há diversos documentos que uma pessoa deve portar ou ter obrigatoriamente, o CPF é um dos mais importante, mas para muitos programas de computadores que usamos no nosso dia a dia, usam esses dados, mas para chegar ao formato final, o aplicativo passou por diversos testes, então para que serve o gerador de CPF.

O gerador de CPF é um importante aliado para profissionais de informática, programadores, empresas que criam software, analistas de sistemas e outros profissionais que desenvolvem ou testam aplicações que usam como documento principal o CPF.

Reunir muitos tantos CPFs é um tanto complicado, além disso usar documentos originais podem gerar problemas quando usados indevidamente, essa é a razão da invenção dos geradores de cpf.

Por isso muitos profissionais da área de TI usam geradores de CPF, para testar suas ferramentas desenvolvidas.

Alimentando banco de dados com os algoritmos criados, podendo usar de diversas formas e saber como o programa responde de diferentes formas, quando inserido os numeros.

O Que o Cadastro da Pessoa Física?

O CPF é abreviatura de Cadastro de Pessoa Física, esse cadastro reúne informações geradas pela própria pessoa e pelo sistema da Receita Federal.
Informações que podem ser usadas para diversos fins, desde um simples cadastro até reunir informações de gastos anuais, como é o caso da Receita Federal.

Esse cartão é único, então cada pessoa possui um número, formado com 11 dígitos, na composição dos números, há dois dígitos verificadores que evitam erros de digitação ou números similares.

O número é imutável, logo não sendo possível mudar de número, mesmo mudando de país, estado ou mesmo nome, esse documento é um dos principais no Brasil, sendo solicitado em várias ocasiões, principalmente nas atividades empregatícias e comerciais.

Atualmente o CPF é um documento virtual, acompanhando por um protocolo eletrônico, que certifica a validade do documento, em outros tempos era um cartão azul que deveríamos solicitá-lo na agência do Banco do Brasil ou Correios.

A solicitação do CPF pode ser feita tanto no Banco do Brasil ou agência dos Correios, com RG e certidão de nascimento e título de eleitor, para criar o número do CPF, mediante ao pagamento da taxa, que pode mudar anualmente.

Para Que Serve um Gerador de CPF?

Quando um profissional precisam testar a viabilidade de um sistema que usam o CPF como documento principal, necessita de números originais que garantem o uso do sistema em diversas situações.

Embora seja um número que não exista, através de uma lógica algoritmia é possível que o sistema em teste, possa reconhecer o código gerado, pelo aplicativo em um número valido, que pode ser usado para mais diversos testes.

Compreendendo isso, os testes originalmente servem para saber como o software se comporta e também saber com responde ao inserir tais informações, garantindo a eficácia no final da programação.

Programadores, analistas de sistemas e tantas outras profissões necessitam testar o quão funcional é determinado sistema que usam o CPF como documento principal.

Para aplica-lo na empresa ou vende-lo quando o mesmo desenvolve, necessita de geradores, pois não poderia reunir tantos números reais para alimentar bando de dados e iniciar os testes.

Em outras palavras, na hora de criar e testar um programa, onde arrumaria tantos números de CPF? Para isso serve o gerador, ele reúne números validos que você pode usar para criar parâmetros e testar o uso de softwares que necessitem de CPF.

Online

Na internet é possível encontra vários serviços, inclusive o gerador de CPF online, excluindo a necessidade de ter um programa instalado no computador ocupando memória e espaço.

Através da rede é possível, criar diversas sequencias, que podem alimentar bancos de dados e testar de diversas formas possíveis o sistema ou código em questão, podendo vende-lo com total garantia.

Há diversos formatos encontrados online, o mais popular “gerador de cpf” que gera números e valida eles para uso para realizar testes.

A forma de usar estritamente responsabilidade do usuário, caso o mesmo aplique os números para teste de forma que possa prejudicar uma instituição ou comércio a empresa gerador de CPF online estará isenta.

Pois em todos os sistemas disponíveis na internet há um informativo responsabilizando a forma de uso.

Como Validar um Número?

Ao trabalhar num sistema empresaria é comum o programador ou analista precisar de um CPF, na verdade vários, para quem está começando talvez ainda não saiba que para que o número gerado não bastar atender a máscara, e assim esses funcionários acabam por não saber utilizar um gerador de cpf.

Por trás de um gerador de CPF online há uma regra de matemática, que valida o documento, para que na hora de testar o programa possa ter a resposta quando usar o CPF de forma incorreta ou correta, podendo prever diversas situações e criar soluções para tais ocorrências.

A primeira coisa que você precisa saber para validar um CPF usando um gerador de CPF é entender como são as regras que validam o documento.

Como sabemos o número do CPF é formado por 11 dígitos, que formam uma máscara usada no script de programação, conhecida como “###.###.###-##”. O gerador de CPF analisa isso na sua geração de números.

Lembrando que no processo de validação CPF, como explicamos nesse artigo, não quer dizer que a sequência de números exista, ou seja, que o conjunto feito pelo gerador de cpf realmente exista no banco de dados Nacional de Pessoa Física.

Além disso o para que uma pessoa consiga outras informações de dados existentes é necessário confirmar outros dados ou mesmo apresenta-lo quando presencial.

A validação começa no uso dos 9 dígitos iniciais, por meio de um cálculo matemático sem muitas complicações, vamos testar a aplicação.

Vamos usar um número de um CPF gerado 420.494.155-xx, mas não com um gerador de cpf, e sim com a nossa própria cabeça.

Para descobrir se o documento é valido, precisamos fazer um cálculo, para isso vamos montar uma tabela, para obter o primeiro código de autenticação.

Após coloca-los na tabela, multiplique de 10 a 2

4 2 0 4 9 4 1 5 5
10 9 8 7 6 5 4 3 2
40 18 0 28 54 20 4 15 10

Quando multiplicar todos eles, faça a soma de todos os resultados, no caso acima é 189

Depois disso faça a divisão de dele por 11, o importante não é o resultado do consciente, mas sim a sobra da operação matemática.

Em nossa conta, vai funcionar assim:

  • 189/11 = 17 sobrando 2;
  • Subtraia 11 por 2, obtendo o primeiro digito verificador, no caso 9;
  • Então já temos a primeira verificação de 420.494.155-9x.

Vamos Para a Segunda Parte

No primeiro momento montamos uma tabela com os 9 primeiros dígitos, multiplicando de 10 a 2, agora na segunda parte, seguimos a mesma lógica, só que agora, iremos usar os 10 números do CPF, já que descobrimos parte dele na primeira conta de validação.

Na nova tabela vamos usar os 10 números do CPF e multiplica-los de 11 a 2

4 2 0 4 9 4 1 5 5 9
11 10 9 8 7 6 5 4 3 2
44 20 0 32 63 24 4 15 10 18
  • A soma de todas as multiplicações é correspondente a 230;
  • Vamos a divisão, 230/11=20 sobrando 10;
  • Então, seguindo a mesma lógica 11-10= 1;
  • A validação completa do CPF é 420.494.155-91.

Existe outra regra para usar essa validação de CPF, ao formular o cálculo, quando o que sobrar for menor que o resultado 2, o digito será zero.

Número de CPF Inválido

  • Na hora de validar o CPF é importante fazer o cálculo correto, pois o menor erro, poderá invalidar o CPF;
  • Fique atento a números repetidos, mesmo que sejam validos matematicamente, podem não existir, então faça uma programação para exclui-los, como por exemplo: 111.111.111-11;
  • Dificilmente os dois números verificadores, serão iguais, para evitar problemas na parametrização inicial do seu programa, considere os números inválidos.

É importante compreender a validação e números inválidos, para que em momentos de cruzar a informação com outros do banco de dados, possa excluir as desnecessárias.

Você já deve ter realizado o cadastro em alguma compra ou algo do gênero e em algum momento, você digitou o seu CPF errado e obteve a resposta, verifique o seu CPF ou CPF incorreto.

Através dessa conta é possível, usar nos mais diversos tipos de serviço, somado a demais informações de identificação criar muitas estratégias comerciais ou para outros fins empresariais.

Consultar Origem

Da mesma forma que é necessário usar um gerador de cpf é importante na criação de um programa de computador bem elaborado, também é possível consultar a origem dele, baseado na composição do número.

Estatisticamente é possível responder em qual estado foi criado um CPF, isso é possível pelo último número da composição numérica antes dos dígitos verificadores.

Então se por exemplo, usarmos o CPF 420.494.155-91

Sabemos que ele foi criado na Bahia e Sergipe.

Isso serve para reunir informações regionais, quando tiver um sistema nacional, por exemplo, podendo definir esforços para determinado público ou região.

Além de poder segmentar produto ou serviço, para público especifico, como por exemplo, na região sudeste é um dos públicos que mais consomem tecnologia, é possível cruzar tais informações com outros dados para definir melhores estratégias empresariais.

Isso tudo é possível, descobrindo a origem do CPF, também é grande responsabilidade da programação, já que informações incorretas podem levar a resultados que podem prejudicar o usuário na utilização do gerador de CPF.

Código dos Estados

Quando usamos um gerador de CPF online, sabemos que pode resultar em muitos benefícios para o mundo corporativo, mas antes disso são necessários vários testes, por isso é muito comum usar gerador de CPF.

Outra característica importante é os códigos dos estados, com isso é possível segmentar a origem do potencial cliente, podendo oferecer produto ou serviço mais compatível, também elaborar um plano de negócio acessível de acordo com cada região, sabendo que a renda per capita de cada estado é diferente.

Então na programação use os seguintes códigos para determinar os estados de origem do CPF:

  • 1-Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul e Tocantins;
  • 2-Pará, Amazonas, Acre, Amapá, Rondônia e Roraima;
  • 3-Ceará, Maranhão e Piauí;
  • 4-Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba e Alagoas;
  • 5-Bahia e Sergipe;
  • 6-Minas Gerais;
  • 7-Rio de Janeiro e Espírito Santo;
  • 8-São Paulo;
  • 9-Paraná e Santa Catarina;
  • 0-Rio Grande do Sul.

Banco de dados estão espalhados pelo brasil a fora, através de códigos é possível determinar a quantidade de pessoas em determinada localidade, por exemplo, claro que tem variáveis, como emigrantes.

História

O CPF é um documento muito importante nos dias atuais, principalmente nas questões tributárias, somado ao RG que é o Registro Geral, pode ser identificado qualquer pessoa em qualquer parte do mundo.

Mas nem sempre foi assim, isso porque em 1960 apesar de existir a documentação, ninguém era obrigatório usar o documento.

Mas isso mudou 5 anos depois, em 1965 foi criado uma lei que obrigou a criação do cadastro de pessoa física, mas naquela época era apenas para efeito de imposto, então chamava CIC, como muitos conhecem.

Na lei criada em 1965, obrigava as pessoas a declararem seus impostos, bens e tudo mais que você já conhece a respeito, isso para controlar a princípio o rendimento individual das pessoas, como definir classe social, por exemplo.

Como é um número único e imutável, outras utilizações foram associadas ao número, como gestão comercial, que é vinculada ao CPF ou CNPJ, onde é possível definir compras e débitos de uma pessoa, sabendo onde e o que compra, quanto paga, quando paga e rendimentos anuais.

Isso tudo é possível com o cruzamento de informações interligadas ao CPF, por isso é necessário um sistema que apresente respostas para diferente situações que a empresa possa enfrentar.

Mas antes de chegar a um software foram necessários vários testes e para isso, o gerador de CPF online foram importantes, pois através deles os criadores, podem fazer milhões de testes.

Podendo atender a demanda e necessidade esperada pela empresa ou até mesmo criar um aplicativo que possa ser vendido no mercado com diferenciais além do mais comum gerador de CPF.

Agora que você já conhece para que serve um gerador de CPF e aplicações, compartilhe esse artigo com seus amigos que estão começando na carreira de programação, saber como funciona os geradores pode ser útil para a carreira futura, então compartilhe nas redes sociais.

Se você ficou com alguma dúvida, registre um comentário aqui no final da página, assim poderemos ajudar você na geração do CPF.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3.998 votes, average: 4,64 out of 5)

Sobre a Autora

Camila Bertolli

Olá, eu sou a Camila Bertolli, dona do blog e escritora a algum tempo!
Sempre que possível tento trazer os melhores conteúdos, então, acompanhem para se manterem atualizados. Não esqueçam de deixar seus comentários rs 🙂❤

Deixe um Comentário