Pet

Bulldog → Descubra Mais Informações Sobre Esse Cão

O bulldog é uma raça amada no mundo todo. Além de ser amada, a raça foi difundida e apresenta variações que são provenientes de vários países diferentes.

Dentre suas características principais, o bulldog se apresenta como um cachorro dócil, amigável e quase sempre se coloca em segundo lugar para ajudar o seu dono.

Esse amável e querido cão se tornou um ícone e hoje muitas pessoas gostariam de tê-lo como um membro da família, pelas suas louváveis e admiráveis qualidades que são inconfundíveis.

Para saber mais a respeito do bulldog e suas variações, continue lendo!

A história da Raça

Quando falamos em bulldog, naturalmente falamos do Bulldog Inglês, que ao que aparenta foi o primeiro cão a dar origem a outras raças.

O Bulldog Inglês é um cão que possui linhagem direta com os cães que faziam parte de um esporte chamado bull baiting ( em uma tradução básica seria algo como armadilha para touro ), onde os cães lutavam contra um touro.

Esse esporte era considerado extremamente sangrento, e como sua origem é bem antiga ( parece que o esporte era ativo na Europa no século XVIII ), não existia na época nenhuma legislação que proibisse esse tipo de prática.

Além do bull baiting, ainda existiam outras brigas ou rinchas de cães durante a cidade. Assim como o outro esporte, esse era amplamente conhecido e não era visto como uma prática negativa na época ( apesar dos cães quase sempre acabarem adoecendo e/ou morrendo após ferimentos graves ).

O bull baiting só foi ser proibido no século XIX, especificamente no ano de 1835, e por essa ração a raça bulldog quase entrou em extinção. E por essa razão, uma nova “raça” de bulldog estava sendo criada, que é a mais próxima que nós conhecemos nos dias de hoje.

Esse cão de menor que o seu “primo” antigo, só sobreviveu durante o tempo graças a alguns entusiastas da raça que viam no animal características que muito o agradável. Esses criadores ( ou cuidadores ) ajudaram o animal a se difundir e a manter-se “vivo” na Inglaterra.

Apesar de ter cara de mal e ter esse passado considerado “violento”, o Bulldog é um cão muito amigável e são excelentes para ser um cão de companhia para sua família.

Filhote

O filhote de Bulldog claramente já apresenta as características marcantes do animal adulto. Sendo extremamente parecidos, o bulldog filhote apresenta o focinho curto com a sua característica cara de mau.

Além dessas características comuns, o animal também apresenta o seu porte “parrudo” e imponente, com pernas curtas e com uma musculatura bem desenvolvida.

O Bulldog Francês

O Bulldog Francês é ligeiramente diferente do Bulldog Inglês. Uma das características que mais denotam essa diferença são suas orelhas em pé e pontudas e o seu focinho “menos recuado” que o do Bulldog Inglês.

Essa pequena raça foi criada nos bairros populares de Paris durante o século XIX. Anterior a esse momento, o único bulldog que existia era o Bulldog Inglês.

Alguns desses pequenos cães no Reino Unido tinham a tendência de ser rejeitados pelos seus donos justamente por causa do seu tamanho. Apesar de se parecer diferente, o cão passou a desempenhar uma “importante função” nos bairros pobres da França, que consistia inicialmente na caça de ratos.

Com o tempo, esse cão se tornou um cão que começou a se tornar um símbolo de status e de companhia por toda a França, o que rapidamente fez o pequenino cão ser mais aceito na Inglaterra.

Filhote

O Bulldog Francês quando filhote é bem pequeno. Porém, já desde muito cedo suas orelhas já ficam em pé, o que é um diferencial entre muitos cães em que sua orelha só passa a ficar “em pé” depois de alguns meses de desenvolvimento.

Os filhotes também apresentam seu focinho recuado e apresentam também um corpo com um bom desenvolvimento muscular.

Esse pequeno cão costuma chamar bastante a atenção principalmente quando filhote, e boa parte das pessoas que costumam brincar com ele acabam gostando da sua personalidade e de toda a sua característica ligeiramente preguiçosa.

Esses cães amam crianças e são excelentes companheiros.

O filhote ( e toda a raça ) aparenta apenas quatro cores variantes. Veja essas cores logo abaixo:

  • Preto;
  • Branco;
  • Tigrado: essa variação da pelagem do animal tende a ser uma mistura de marrom escuro com preto e branco. Existem algumas “ranhuras” características no seu pelo que lembram a pelugem de um tigre, por essa razão o nome dessa variação é “tigrado”;
  • Creme: o creme na verdade é bem parecida com a cor branca, a diferenciação fica por uma pigmentação ligeiramente mais amarelada;
  • Fulvo: essa tonalidade é apresentada como uma cor dourada ou creme mais “escuro”. Pode apresentar ou não a famosa “mascara preta” ( pelugem preta no focinho ).

Outras Variações de Bulldog

O Bulldog com o tempo foi uma raça que foi se expandindo para vários outros locais do mundo por apresentar características que eram ligeiramente versáteis, por essa razão, existem várias outras variedades de raça. Veja algumas delas logo abaixo.

Americano

O Bulldog americano é uma raça que não apresenta uma origem muito bem descrita. Alguns criadores e entusiastas da raça garantem que esse pode ser inclusive um “resgate autentico” do antigo bulldog utilizado na Inglaterra nas lutas de bull baiting.

Esse cão é bem mais alto que o bulldog inglês e apresenta características impressionantes, que remetem bastante ao cão “original”.

Ele é forte, rápido e apresenta uma versatilidade impressionante. Esses cães se fazem presentes em todo o tipo de eventos.

O Bulldog americano já teve sua presença marcada em exposições de beleza, dog agility, eventos de “força” ( que priorizam a tração ) e são incríveis para a caça e guarda. Além de todas essas possibilidades de atuação, o cão ainda é um tremendo companheiro para a sua família.

Essa raça é considerada bem nova, mesmo sendo bastante famosa nos Estados Unidos.

Campeiro

Esse Bulldog se trata de uma raça descendente direto da raça Bulldog Inglês ( o antigo Bulldog que se encontra atualmente extinto ).

O nosso cão conterrâneo apresenta um focinho e porte parecido, porem é mais alto e aparenta ter uma força bem maior que o seu antecessor.

No Brasil o trabalho desse cão se deu prioritariamente no campo, onde ele trabalhava como sendo uma espécie de cão boiadeiro.

Essa raça quase entrou em extinção nos anos 70 e praticamente não é reconhecida pelo povo brasileiro, poucas pessoas realmente sabem que nós temos uma variante direto do antigo e famoso Bulldog.

Essa raça, apesar de ser ligeiramente antiga, só foi ser “concretizada” no país em 2001 pela CBKC ( Confederação Brasileira de Cinofilia ), e o seu nome também é apresentado como Buldogue Campeiro.

Esse cão é bem forte e apresenta uma musculatura impressionante. O seu focinho é bem curto e seu pelo é liso e curto.

Apesar de ser um cão que aparentemente seja amedrontador, ele é um cão muito amável com os seus donos e costuma adorar ficar ao lado de crianças.

Ele tende a ser um cão extremamente fiel e apenas é desconfiado com estranhos ( portanto é preciso cuidado antes de conhecer um cão desse, caso você decida ter contato com esse animal, não o faça de maneira brusca ).

Por ser um cão bem grande, ele necessita de exercício diário.

Diferente da grande maioria dos outros Bulldogs, o bulldog campeiro não apresenta vários problemas de saúde e na verdade é um cão extremamente forte. Apenas alguns poucos exemplares apresentam a displasia coxofemoral, doença que acomete várias raças de grande porte.

Alemão – O Bullenbeisser

Essa raça hoje se encontra extinta. A maior causa para a extinção é o cruzamento entre várias outras raças, o que fizeram que ao longo do tempo as características desses cães desaparecessem.

Esse cão era conhecido pela sua coragem e pela sua robustez. Era um cão extremamente forte, e assim como o seu “primo” inglês, costumava participar das “lutas” de bull baiting.

Atualmente algumas pessoas podem tentar vender um bulldog alemão, porém, esse cão não é de raça autentica e na grande maioria das vezes são oferecidos um bulldog inglês ou francês em “troca” do alemão.

Portanto, caso você esteja em busca desse animal, é importante entender as suas reais origens e entender também que ele hoje já não se encontra para a nossa disposição ( infelizmente ).

Cuidados

Os Bulldogs são famosos por terem vários problemas de saúde. A lista de problemas que eles têm costuma ser bem longa e eles realmente passam a dar muito trabalho para os seus donos.

O bulldog inglês, por exemplo, apresenta uma série de problemas de saúde que podem ser considerados crônicos. Por terem o seu focinho bem curto, eles costumam ter problemas para respirar caso se exercitem de maneira demasiada ou caso eles passem a ter alguma variação anatômica.

Em alguns casos os cães podem apresentar o que se chama de síndrome respiratória braquicefálica.

Outro problema que o Bulldog Inglês costuma apresentar é a hipertermia. Diferentemente da hipotermia que é uma resposta do corpo a baixas temperaturas, a hipertermia é justamente o contrário.

Em dias muito quentes o Bulldog Inglês sofre muito. E por essa razão é necessário que você sempre redobre os seus esforços e deixe o seu cão em local fresco.

Algumas pessoas costumam ligar o ar condicionado, ou deixar o cachorro em uma pequena piscina ou fonte de água. Caso você não tenha nenhuma das duas opções e more em um lugar bem quente, é recomendável que você não tenha esse animal por conta do risco que o cão pode sofrer.

Em casos graves, a hipertermia pode levar a morte do cão.

Além desses dois problemas famosos, o Bulldog inglês também pode desenvolver problemas oculares, problemas na pele e também pode desenvolver problemas nos seus canais auditivos. Todos os cuidados são necessários e caso você realmente deseje ter um cão dessa raça é importante se prepara.

Os Bulldogs francêses apresentam uma lista de problemas bem semelhante ao bulldog inglês, principalmente por ser praticamente um “descendente” direto dessa raça.

Portanto, mais uma vez é importante que você se atenha aos cuidados essenciais que esses animais precisam. Apesar de eles serem pequenos e terem uma estrutura física ligeiramente forte, essa primeira impressão pode causar um grande engano.

Muitas pessoas às vezes decidem ter o animal e não esperam por esses cuidados, o que transforma todo o tratamento para essas complicações em uma verdadeira luta ( que em alguns casos é até mesmo financeira ).

Os Bulldog Americanos e os Bulldogs Campeiros são animais de maior porte e raramente apresentam essa longa lista de problemas de saúde.

Essas duas outras variações se tratam de cães valentes e que possuem uma saúde de ferro, porém, em alguns casos é importante que você mantenha-se atento para possíveis complicações mais “rotineiras” de cães de maior porte ( como a já citada e conhecida displasia coxofemoral ).

Apesar de todos esses problemas, muitas pessoas ainda se sentem atraídas pelas pequenas raças de bulldogs e ficam na dúvida se deveriam comprar ou não o animal. Para responder essa dúvida é preciso primeiro que você responda algumas das questões abaixo com sinceridade:

  • Eu tenho como bancar os gastos veterinários da raça?
  • Eu tenho um ambiente propicio e seguro para esses animais?
  • Eu tenho o tempo e o estilo de vida necessário para poder manter esse animal em segurança?

Caso você responda sim para a maioria das perguntas anteriores, e caso fique na dúvida, procure um veterinário para tirar as suas dúvidas.

No geral, todas as raças de Bulldogs são encantadores e possuem características realmente únicas. Porém, os cuidados na compra e durante toda a vida desse animal são bem maiores que uma outra raça de menor porte, e tudo realmente depende da sua disposição e capacidade.

Caso você não encontre nenhum problema com todas as circunstancias que o cão possa apresentar, é muito provável que você tenha escolhido um cãozinho ideal para ser seu companheiro.

Os bulldogs são cães muito fiéis e amigáveis, e a sua cara de mau fica somente para intimidar as pessoas que não o conhecem.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1.464 votes, average: 4,31 out of 5)

Sobre a Autora

Camila Bertolli

Olá, eu sou a Camila Bertolli, dona do blog e escritora a algum tempo!
Sempre que possível tento trazer os melhores conteúdos, então, acompanhem para se manterem atualizados. Não esqueçam de deixar seus comentários rs 🙂❤

Deixe um Comentário