Pet

Bull Terrier → Desmistificando o Mito Do Bull Terrier Agressivo

O Bull Terrier é um cão famoso por seu porte físico e também pela sua aparência. Com uma forte estrutura física, essa raça teve sua origem em meio às brigas de cães, um famoso “entretenimento” europeu no século XIX.

Em busca de um dos cães mais habilidosos e hábeis para a luta, o Bull Terrier foi o resultado de anos e anos de cruzamento entre espécies. Porém, como a maioria das raças de cachorros que conhecemos, passou-se muito tempo para que eles passassem a ter a aparência que começamos hoje.

Muitas pessoas associam até hoje o Bull Terrier com um cachorro altamente agressivo, o que no fundo não passa de uma associação preconceituosa.

O animal apesar de ser forte e ágil, é muito amável e dócil. E muitas das vezes os cachorros que apresentam uma agressividade exacerbada são os cães que foram maltratados durante muito tempo.

Para evitar esse preconceito e também para que você conheça um pouco mais sobre essa tão amável raça de cachorro, continue lendo!

A Origem

Como dito anteriormente sua origem se deu na Europa durante o século XIX, especificamente no Reino Unido.

O cruzamento que resultou na origem do animal foi o cruzamento entre as espécies Bulldog Inglês e o Terrier Inglês ( também conhecido como English White Terrier ).

O foco do cruzamento era obter um cachorro extremamente forte para a briga de cães e também para ser utilizada em combates contra touros ( especificamente daqui que vem a terminologia “Bull” do seu nome ).

Naqueles anos, as lutas entre animais eram vistas como entretenimento e não havia qualquer lei proibitiva a respeito. Portanto, várias pessoas entusiastas desse tipo de prática na época passaram a cruzar várias espécies de cães para obter um “campeão” das arenas.

Com o passar dos anos, o cruzamento entre o Bulldog e o Terrier Inglês ( ambos citados anteriormente ), resultaram em um cachorro ágil e forte que certamente fazia diferença na hora do “combate”.

Com sua fisionomia característica, o Bull Terrier passou a chamar a atenção não só das classes mais pobres, como também passou a se tornar um cachorro de realiza principalmente após os anos 1860, quando o criador James Hinks ( um dos percursores da raça ) começou a cruzar os animais com outras raças mais elegantes.

O resultado final é um cachorro completamente diferente do habitual, com sua característica cabeça oval, olhos triangulares e musculatura mais desenvolvida.

Uma outra característica muito marcante dessa raça é a expressão facial que esses animais apresentam, que conseguem fazer qualquer dono ficar completamente “derretido” pelo animal.

Bull Terrier é Perigoso?

Apesar do seu inicio ter sido tumultuado e diretamente relacionado à briga de animais, o Bull Terrier não é de forma alguma um animal violento por natureza.

Muito pelo contrário, o animal costuma ser extremamente dócil e amigável, desde que tenha um adestramento sério e um bom carinho dos seus donos.

Uma característica do animal que pode ser relacionada erroneamente para a agressividade, é a sua tendência a ser teimoso e desobediente. Porém, essa característica por si só não é o suficiente para transformar um animal em um “poço de agressividade”.

Apesar dessa característica teimosa, os Bull Terriers costumam ser um cão extremamente obediente e fiel ao seu dono.

Com inteligência de sobra ( entre os cães seu ranking de inteligência está no número 66, um número considerado muito bom tendo em vista a quantidade de espécies de cães que temos ), essa raça consegue ser um cão perfeito para a família.

Outro ponto que as pessoas também costumam relacionar com a agressividade, é o seu instinto territorial que é um pouco mais exacerbado.

Dessa forma, os Bull Terriers tendem a ser um cão de guarda exemplar e comumente não aceita pessoas estranhas ( ou animais ) de uma forma muito amigável, dependendo da situação. Porém, esse comportamento é variante e depende principalmente do adestramento e cuidados com o seu cão.

Assim como o Pitbull e várias outras raças, as pessoas tem a errada concepção que os animais são causadores de problema por natureza.

Caso você opte por qualquer raça que seja mais avantajada fisicamente e tenha um forte instinto territorial que você tire todas as suas duvidas e também que você ofereça todos os cuidados necessários para que o seu animal seja sempre dócil e feliz com você e com as pessoas à sua volta.

Muitas das vezes, somos nós que precisamos entender as necessidades dos cães, e também somos nós os responsáveis por toda a sua criação.

Preço da Raça

A raça costuma ter um preço bem variável, principalmente por se tratar hoje de um cão de raça bem cobiçado e com características consideradas mais elegantes e/ou raras.
Comumente o preço de um filhote pode chegar a 2.000 mil reais. Porém, em alguns casos você pode encontrar por um preço menor, mas sempre espere um valor médio nessa faixa.

 

Apesar do valor médio, permanecer por volta dos 2.000 mil reais, não raro você vai encontrar filhotes pela bagatela de 3.000 reais ou até mesmo mais, dependendo das características que você procura.

Lembre-se que animais de canis são mais recomendáveis ( caso você procure por uma pureza maior da raça ) e também costumam ter um preço bem mais salgado.

Porém, é importante que antes de comprar o seu cãozinho procure saber todos os detalhes à respeito, principalmente no que se trata a vacinas, meses de vida e também em relação à vermifugação.

Todos esses detalhes vão garantir um animal saudável sem nenhum risco de vida, e que vai crescer e se desenvolver sem nenhum problema.

Filhotes de Bull Terrier

Os filhotes de Bull Terriers são facilmente encontrados pela internet ou por canis especializados. Porém como dito anteriormente, todos os cuidados são necessários antes de comprar o seu cãozinho.

Se tratando de filhotes você provavelmente terá duas opções, que seria a escolha dos Bull Terriers  “tradicional”, ou a escolha dos “Bull Terriers Mini”, que se trata de uma espécie de tamanho reduzido do próprio Bull Terrier.

Esses cães costumam chamar muita à atenção pela sua beleza e pela a sua característica dócil e amigável. E é claro, caso você procure por animais de tamanho reduzido, talvez os Bull Terriers Mini, seja uma boa opção para você que está buscando um cão dentro dessas características.

Se tratando de cores dos filhotes, existe um bom leque de opções, porém, a escolha mais tradicional é o Branco com preto ( que é a marca característica da raça ). Porém, além dessas cores temos o preto e o marrom, que podem apresentar ou não o branco na sua pelugem.

O preço dos filhotes costuma variar em função das características do pelo, mas ainda sim costumam variar dentro do valor médio citado anteriormente de dois mil reais.

Inglês

Algumas pessoas costumam especificar que os seus cães são de origem inglesa. Porém, essa especificação não é necessária tendo em vista que toda a origem da raça dos Bull Terriers é de origem inglesa.

Porém, podem existir ao longo da linhagem do Bull Terrier algum cruzamento entre outra raça, o que pode variar a pureza da raça ( que é de certa forma um pouco rara ).

Caso você opte por ter um cão com pedigree ou pureza de raça “superior”, a compra recomendada deve ser feita por um canil especializado na raça.

Cores

As cores costumam variar pouco, e o Bull Terrier mais tradicional apresenta seu pelo de cor branca e preta. Porém, existem algumas variações que nós veremos mais abaixo. São elas:

Preto

Existem alguns cães com a pelugem majoritariamente preta. Porém esse animal costuma ser um pouco mais raro que o normal.

Branco

Branco como citado várias vezes durante o artigo, se trata da cor “padrão” da raça, e é a cor que a maioria das pessoas procura quando desejam ter um animal dessa raça.

Essa cor, também costuma ser referenciada como “pirata”.

Marrom

Além das duas outras cores, o marrom também é uma cor muito comum para os Bull Terriers. Essa cor normalmente costuma apresentar uma tonalidade um pouco mais “escura” e é uma cor que costuma atrair muitas pessoas que estão interessadas em ter um animal da raça.

Onde Comprar? Tem Para Adoção?

Existem algumas opções para comprar o animal, e em alguns casos é possível até mesmo adotar um exemplar da raça. Veja abaixo algumas opções.

Canil

A opção mais “segura” e tradicional para comprar um bom animal da raça é optando por um bom canil reconhecido que costuma fazer o cruzamento apenas com essa espécie.

Normalmente os animais de canil também são muito bem cuidados e costumam dar uma segurança maior tanto na compra como para o próprio cão.

 

Muitas das vezes eles só vendem o animal após ele atingir a idade ideal e também só vendem o cão já vacinado e vermifugado.

Lembre-se que essas “pequenas” coisas sempre fazem uma grande diferença para a saúde do seu cão, e ele certamente estará mais propicio a se desenvolver com mais saúde e segurança.

Pessoas que costumam pular essas etapas costumam colocar a vida do animal em risco, o que certamente não é o seu objetivo.

OLX

Algumas pessoas costumam anunciar a venda desses cães no OLX. Porém, é preciso muito cuidado caso você opte por essa opção.

Alguns donos costumam apenas vender os animais sem o menor cuidado, o que pode colocar o seu futuro cãozinho em risco.

Caso você opte por essa opção, procure conhecer um pouco mais sobre a pessoa que está anunciando e também procure olhar os animais antes da compra.

Todas as circunstâncias em que eles se encontram são importantíssimas para a sua avaliação. Verifique o ambiente, e principalmente se possível verifique a saúde dos pais dessa ninhada.

Caso o vendedor não permita que você faça essa visita ou especifique os animais, é importante que você repense em comprar o filhote deste vendedor.

Todas essas dicas são muito importantes para a sua compra. Vários desses vendedores não se preocupam com a saúde dos animais e apenas procuram vender para as pessoas que desejam ter um animal da raça.

Essas pessoas comumente vendem os animais com algumas doenças, e algumas infelizmente são bem difíceis de serem tratadas. Portanto atenção é fundamental, e caso você possa escolher, opte por canis ou pessoas confiáveis para essa compra.

Adoção

Adotar um cão normalmente é uma tarefa um pouco mais complicada. Uma das opções que você tem é a SUIPA ( Sociedade União Internacional Protetora dos Animais ), porém, os animais costumam ter algum problema de saúde e comumente se tratam de animais abandonados.

 

Essa opção também normalmente não apresenta uma boa possibilidade para que você encontre um animal da raça que você está procurando.

Outra opção seria procurar pela internet algum dono de Bull Terriers que está dando os filhotes para adoção. Porém, é importante que esse dono seja uma pessoa de confiança e que realmente esteja fazendo essa doação de bom coração.

Lembre-se que a opção de adotar um cãozinho sempre é um pouco mais difícil, e requer imprescindivelmente que você conheça a pessoa ou a instituição que está fazendo esse serviço.

Caso você conheça a pessoa ou a instituição, essa pratica é ligeiramente comum e costuma ser bem mais em conta do que simplesmente comprar um filhote da raça.

Porém, caso você opte por cães com uma pureza de raça, você provavelmente não encontrará um cão com essa especificidade para adotar. A maioria dos cachorros destinados para a adoção, são misturados com várias outras raças e raramente existe algum exemplar de raça mais “puro”.

Miniaturas

Como citado anteriormente, existem além dos Bull Terriers “comuns”, uma variação onde a raça é de menor tamanho. Essa variação comumente recebe o nome de Bull Terrier “Mini”, ou Bull Terrier “Miniatura”.

Esses cães costumam ter um tamanho bem menor, porém apresentam todas as características físicas de um bom exemplar da raça Bull Terrier.

Esses animais são frequentemente procurados por pessoas que tem um espaço físico reduzido, e que ainda sim desejam ter um cachorro.

Para comprar um bom exemplar dessa variedade da raça é preciso que você procure inicialmente um canil especializado, tendo em vista que será extremamente difícil para uma pessoa diferenciar um filhote de Bull Terrier comum de um filhote de Bull Terrier miniatura.

Apesar de seu menor tamanho, quase todas as características da raça são mantidas, como sua força física ( embora um pouco reduzida ) e todas as suas características estéticas, como a sua famosa cabeça oval.

Os Bull Terriers miniatura costuma chamar muita atenção, e são cães que simplesmente agradam praticamente qualquer pessoa que ama a raça.

Nessa variação, as cores “tradicionais” dos Bull Terriers também são encontradas, como o branco ( o Bull Terrier “pirata” ), o Marrom, e o preto. Quase todas essas variações de cores apresentam em sua pelugem um pouco de branco.  As miniaturas tem como suas principais características:

  • Pequeno porte em relação a raça dominante;
  • Menor agressividade;
  • Menor velocidade em relação ao tamanho normal.

Alguns Cuidados Que Você Precisa Ter Com o Bull Terrier

Um dos principais cuidados que você deve ter com esse cão é se atentar com o seu comportamento agressivo.

Apesar de ele não ser um cão naturalmente agressivo e que tende a atacar outros animais ou pessoas, por sua teimosia em algum momento ele pode passar a desenvolver a sua característica que é ligeiramente bruta.

Quando isso acontece, existe a possibilidade de ele machucar algum animal, ou alguma pessoa que estiver no caminho dele. Entenda que isso faz parte da sua teimosia, e quase sempre ele não tem noção da sua força, portanto, ele não faz de maldade.

Esse quadro é ligeiramente mais perigoso quando ele apresenta um comportamento mais bruto com outro animal, tendo em vista que se caso aconteça uma briga é bem capaz que ele possa causar alguns ferimentos sérios no outro cão ( ou no outro animal que estiver ao seu redor ).

O Bull Terrier não costuma apresentar esse comportamento com frequência, e na verdade ele chegar nesse ponto é bem raro.

Porém, como se trata de uma raça que já tende a ser mal vista e que tende amedrontar muitas pessoas é importante que você tome conta desse lado e previna que ele continue com esse comportamento que em algum momento pode ser prejudicial para você ( e para ele ) durante o seu desenvolvimento.

Esse cão é muito protetor, dócil e esperto e quase nunca ataca algum animal ou pessoal sem razão nenhuma. Procure educa-lo sem muitas palmadas e procure também dar sempre o carinho e o amor que ele precisa.

O Bull Terrier é um forte companheiro para toda a vida e além dessa pequena situação com a sua teimosia ( que muitas vezes é comparada à agressividade ) ele não apresenta riscos para a sua saúde.

A expectativa de vida desse cão gira em torno de 12 anos, e existem relatos de animais que passaram dessa média.

Essa raça é realmente uma daquelas raças que nos fazem ficar apaixonados pelo animal, e quase sempre as pessoas que costumam ter um Bull Terrier falam que eles se tornam um verdadeiro guardião da sua casa e da sua família.

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3.211 votes, average: 3,46 out of 5)

Sobre a Autora

Camila Bertolli

Olá, eu sou a Camila Bertolli, dona do blog e escritora a algum tempo!
Sempre que possível tento trazer os melhores conteúdos, então, acompanhem para se manterem atualizados. Não esqueçam de deixar seus comentários rs 🙂❤

Deixe um Comentário