Pet

Beagle → Um Cachorrinho Esperto e Muito Afetuoso

O beagle é retratado sempre em comerciais de televisão ou até mesmo em filmes como um cão exemplar para a sua família. Naturalmente eles são extremamente amigáveis e alegres, e raramente costumam causar algum ataque ou demonstrar alguma agressividade com o seu dono ou com outros animais.

Esses cães de médio/pequeno porte com certeza não foram “feitos” para se tornarem cães de guarda ou para fazer qualquer trabalho que exija uma agressividade maior ( apesar de ter sido um cão originalmente destinado para caça ).

Sendo um dos cães mais recomendáveis para casais que tenham filhos ou outros animais, o Beagle certamente pode fazer com que a sua família se sinta mais completa e mais feliz com ele por perto.

A Origem da Raça Beagle

A origem do Beagle é bem grande, e suspeita-se que ele tenha antepassados que datam desde a idade média. Os cães naquela época, eram fundamentais para o auxilio na caça e essa é uma habilidade que o pequeno beagle consegue fazer bem.

Existem traços de outras raças bem próximas, que foram destinadas para caçar coelhos e até mesmo veados. Porém, o pequenino Beagle que nós conhecemos hoje só foi “ começar a aparecer” no século XIX.

Durante boa parte do processo da criação da nova raça, os Beagles foram se modificando e chegou até mesmo a entrar no processo de extinção na Inglaterra, onde haviam apenas 18 matilhas da espécie.

Durante os anos, a matilha cresceu e então começou-se a se dar origem ao famoso cachorrinho que conhecemos nos dias de hoje.

O nome Beagle na idade media comumente era relacionado para descrever um cachorro como pequeno, o nome curiosamente ficou até os dias de hoje.

Beagle Harrier

O Beagle Harrier é um primo bem “próximo” do Beagle que conhecemos. Sua origem se dá com a mistura de duas raças: a raça Beagle e a raça Harrier.

Esse cão diferentemente do Beagle comum, é Francês, e sua principal função é ser um cão farejador.

O Beagle Harrier é um pouco maior e um pouco mais pesado que o seu “primo”, porém, mantem boa parte das suas características como a sua afetuosidade e carinho pelos seus donos ou outros animais.

Essa raça, não é tão boa na caça como seu anterior ( o Beagle ), mesmo tendo um pouco mais de energia.

Características

Os beagles são cães considerados de pequeno/médio porte, o que o faz perfeito para pessoas que moram em apartamentos ou que dispendam de espaços pequenos. Eles medem no máximo 45 centímetros de altura e seu peso fica por volta de 20 quilos.

Os exemplares da raça aparentam ter uma boa musculatura ( apesar de não ser nada exagerado ) e são considerados bem fortes.

Sua pelagem é bem curta e densa, o que muitas vezes também é outro fator fundamental para pessoas que procuram cães que não soltam uma quantidade excessiva de pelo ( como o Husky Siberiano ou outra raça com pelos mais longos ).

Eles também possuem um focinho ligeiramente comprido e apresentam orelhas grandes, caídas e arredondadas.

O Beagle apresenta uma comoção por todas as pessoas que olham para ele, principalmente por que ele já demonstra fisicamente o seu carinho e a sua afetuosidade no olhar. Eles não são cães intimidadores e a grande maioria das pessoas amam essa raça por essas razões.

Em relação a suas características comportamentais, os Beagles são ligeiramente energéticos e são consideravelmente fáceis de serem adestrados. Principalmente pela sua aceitabilidade e afetuosidade com humanos.

Porém, é que apesar deles serem cães fáceis de serem adestrados eles aparentam se distrair facilmente, principalmente se farejarem alguma coisa diferente. Apesar dessa pequena característica, eles são cães espetaculares e que são capazes de fazer coisas fantásticas.

Apesar de não serem cães “específicos” para dog agility ( competição de habilidades canina ), eles costumam ter um bom desempenho – contanto que não acabem se distraindo.

Outro problema que os Beagles costumam apresentar, principalmente pela afetuosidade que demonstram com seus donos, é a carência excessiva caso fiquem distantes dos seus donos por muito tempo.

Como são cães extremamente ligados à família, caso você seja uma pessoa que não pare em casa ou não tenha muito tempo para passar com um cão, com certeza ele não é a escolha para você.

Tendo em vista que quase sempre que os donos saem eles latem ou uivam sem parar, esse problema costuma ser resolvido quando os cães são adestrados.

Por terem uma energia média, eles normalmente precisam de exercícios regulares, mas conseguem conter-se com uma baixa ou média quantidade de exercícios. Quanto as suas necessidades, eles sempre aparentam ser “modestos” de uma forma ou de outra.

Como citado anteriormente, o Beagle é um excelente cachorro companheiro e é quase sempre a escolha correta para aquelas pessoas que procuram um cão companheiro, de médio porte e que consiga conviver bem com outras crianças.

Ele quase sempre é a escolha ideal para você, caso você se encontre no quadro descrito acima.

Preço

O preço de um Beagle costuma ficar em torno de 1.000 reais. Esse valor pode aumentar, ou diminuir dependendo do vendedor do animal.

Como de sempre, caso você opte por um criador ou canil especializado, esse valor tenderá a subir bastante de acordo com a pureza da raça.

Cores

O beagle quase sempre apresenta duas ou três cores. São as cores mais comuns:

  • Castanho e Branco
  • Laranja e Branco
  • Bronzeado e Branco
  • Tricolor ( branco castanho e preto )
  • Vermelho e Branco ( o vermelho na verdade se trata de um marrom um pouco mais avermelhado )
  • Chocolate Tri ( apresenta normalmente dois tons de marrom e uma leve pelugem branca )

Beagles de uma cor só são extremamente raros, e a cor que mais se apresenta nessa característica é a cor branca que quase sempre estará acompanhada de algumas marcas na cor castanho claro.

Por essa razão, a maioria dos beagles na verdade possuem uma pelugem bicolor.

Filhotes

Os filhotes de Beagle são bastante parecidos com o cão na fase adulta. As orelhas do animal permanecem caídas, a sua postura é quase a mesma e a mudança fica por conta do focinho que tende a se estender um pouco mais com o crescimento e desenvolvimento do animal.

Sua pelugem sempre permanece curtinha e conforme ele vai crescendo ela começa a se tornar mais forte/rígida conforme o tempo.

Outra característica do crescimento do animal é que a cor da sua pelugem tende a não mudar drasticamente, e tende a permanecer praticamente idêntica conforme ele vai crescendo.

Uma coisa muito comum que acontece é que o pelo pode ganhar mais cor e mais vida conforme ele vai chegando à fase adulta.

Os puppies de Beagle tendem a ser extremamente amigáveis e quase nunca apresentam alguma timidez. Desde sempre esse cachorrinho permanece com suas características comportamentais muito parecidas também.

Em alguns casos o puppy pode ser bem levado e pode acabar se dando mal.

Mini Beagle

Ao que se aparenta, não existem os mini beagles. A raça apresenta uma ligeira variação de altura que vai desde 33 centímetros até 40 centímetros. Qualquer outra altura que não se enquadre nesse padrão não pode ser considerado um autêntico beagle.

Algumas pessoas costumam vender o Beagle como “mini” ou como “toy”, porém, essa classificação não é a correta para esse animal e é muito difícil de você saber a altura do animal enquanto ele é filhote.

Portanto é importante que você tenha muito cuidado ao efetuar a compra e é importante também que você tire todas as suas dúvidas.

É muito comum esse tipo de prática na venda de animais, e como sempre você deve se atentar para detalhes básicos na hora de comprar um cãozinho para a sua família. De maneira resumida, veja quais são os detalhes abaixo:

  • Se atente para o ambiente em que o filhote está, e se ele está perto da mãe. Se por ventura a mãe não estiver próximo dele, isso pode significar que ele não está sendo amamentado corretamente.
    Se esse for o caso tome muito cuidado. Um animal malnutrido durante a sua fase de filhote é um péssimo sinal.
  • Ao olhar o ambiente também observe o que você puder a respeito da higiene do local. Lugares sujos ou maltratados não são ideais para o bom desenvolvimento de um filhote. Com meses ( ou até mesmo dias de vida ) os cães são suscetíveis a doenças.
  • Sempre pergunte a respeito da vacinação do filhote e também sempre se atente para a medicação contra vermes. Essa parte é responsabilidade do vendedor, e caso ele não venda ele deve deixar isso especificado.
    Também procure por algum comprovante como uma cartela de vacinação ou coisa parecida, feita por um veterinário. Não acredite em apenas embalagens ou qualquer outro comprovante que possa ser facilmente fraudado.
  • Caso o vendedor não permita que você faça uma visita para ver o animal, a melhor coisa que você pode fazer é procurar outro vendedor.

Todas essas práticas são fundamentais para que você consiga comprar um cãozinho saudável e livre de qualquer doença. Esse ponto é muito importante caso você tenha outros cães ou até mesmo crianças pequenas em casa.

Alguns Cuidados Que Você Deve Ter Com o Beagle

O beagle é um cãozinho extremamente amoroso e ligado à sua família, como foi dito anteriormente. Por essa razão, ele não aguenta ficar muito tempo longe dos seus donos. Caso isso aconteça, ele pode desenvolver o que vem sendo chamado de ansiedade de separação.

A ansiedade por separação na verdade se trata de uma série de comportamentos que o animal começa a manifestar quando fica muito distante do seu dono. Os beagles são fortes candidatos a desenvolver a ansiedade de separação.

Veja abaixo alguns “sintomas” que o Beagle pode apresentar e que podem indicar uma ansiedade por separação:

  • Chorar, latir, uivar incessantemente até o dono voltar da rua.
  • Destruir móveis ou itens domésticos, principalmente as portas da sua casa. Esse comportamento por vezes também acontece com o destruimento do piso perto da porta.
  • Ter um comportamento “desesperado” que desencadeie tanta ansiedade ( ou dor emocional ) que o faça urinar ou defecar por todo o ambiente em que ele se encontra.
  • Fica demasiadamente triste quando o dono está se preparando para sair. Ao perceber essa movimentação, um cão com a ansiedade de separação começa a seguir o dono por toda a casa ou passa a ficar deitado na porta fazendo uma espécie de “bloqueio”.

Esses são alguns dos comportamentos, mas é importante ressaltar que alguns outros podem ser apresentados.

É importante também lembrar que esses comportamentos podem estar relacionados as ações diárias do seu cão, e um diagnostico mais profundo pode ser necessário para realmente conseguir identificar se ele é ou não um cão extremamente ansioso e que sofre desse mal.

Cães que sofrem desse mal, com o tempo passam a ficar tristes, nervosos ou apresentar uma agressividade exacerbada. Um outro comportamento comum é a aparência de que o cão simplesmente “não liga”, mesmo quando você o chama ou tenta brincar com ele. No geral, é um comportamento letárgico.

Os beagles são cães grudentos com os seus donos. Eles amam seus donos e fazem questão de estar por perto, eles ao longo da vida desenvolvem uma forte conexão e pode ser que eles venham a ter um problema sério com relação a separação, mesmo que normal do dia-a-dia.

De resto o Beagle é um cão extremamente saudável e não costuma ter nenhuma outra doença séria. Tudo que você precisa fazer é ficar perto dele, se for necessário adestra-lo e fazer visitas regulares com o veterinário.

Ele certamente é um dos cães mais companheiros que existem e se você estiver procurando por um companheiro com essas características ele vai proporcionar para você uma convivência fantástica.

É um cão que acompanhará você por toda a vida e também irá se adequar a quase quaisquer mudanças que você fizer, contanto que você esteja ao lado dele. Porém, não se esqueça – os Beagles também tendem a ser bem bagunceiros e são bem brincalhões!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4.113 votes, average: 2,96 out of 5)

Sobre a Autora

Camila Bertolli

Olá, eu sou a Camila Bertolli, dona do blog e escritora a algum tempo!
Sempre que possível tento trazer os melhores conteúdos, então, acompanhem para se manterem atualizados. Não esqueçam de deixar seus comentários rs 🙂❤

Deixe um Comentário